ONG Parceira do PortoWeb

O projeto Claustro busca resgatar a memória de Porto Alegre

O projeto Claustro busca resgatar a memória de Porto Alegre durante a Ditadura Militar Brasileira (1964-1985). Com inúmeros presos, desaparecidos, torturados e assassinados, o período se caracterizou pela imposição de um governo opressor e silencioso frente à sociedade.

Apesar de os militares não admitirem esses anos sombrios da história brasileira, em 2011, foi criada a Comissão da Verdade, para investigar e reunir materiais a fim de confirmar e resgatar essas narrativas.

Em Porto Alegre, de acordo com relatos e documentos, foram demarcados mais de 20 locais que serviram de cenário para as ações dos militares. Esses lugares fazem parte do projeto Marcas da Memória, que assinala os endereços com uma placa na sua fachada, para lembrar os anos de chumbo.

O projeto Claustro visitou alguns desses locais para mostrar como estão atualmente e recordar um passado de dor e violência. Outros lugares onde também ocorreram as mais diversas formas de tortura estão indicados no Mapa Interativo.


“Para que não se esqueça. Para que nunca mais aconteça.


Produção realizada para a cadeira de Projeto Experimental Audiovisual, 

sob orientação dos professores André Pase, Fabio Canatta, Sílvio Barbizan


http://projetoclaustro-com-br.umbler.net/index.html.


DIVULGADO OS VENCEDORES DO 33º PRÊMIO DIREITOS HUMANOS DE JORNALISMO
38 ANOS DO SEQUESTRO DOS URUGUAIOS
Omar Ferri recebe comenda Nacional Dom Helder Câmara
Inscrições abertas para o 33º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo com o tema Violência Social Contra Mulheres, Crianças, Idosos, Negros e Pobres
INAUGURAÇÃO DE PLACA FRENTE AO PRESÍDIO FEMININO MADRE PELLETIER, dia 04/10/2016
Passo Fundo recebe a exposição Onde a esperança se refugiou”
MHR recebe a exposição “Onde a esperança se refugiou”
Onde a esperança se refugiou - Acervo reúne material sobre as ditaduras na América Latina e está no Mavrs até 21 de outubro - Passo Fundo
Marcas da Memória inaugura oitava placa em Porto Alegre - Jornal do Comércio
Projeto Marcas da Memória instala 8ª placa em Porto Alegre
TERÇA-FEIRA, DIA 30/08 – às 16:30hs - “DIA INTERNACIONAL DO PRESO POLÍTICO DESAPARECIDO” INAUGURAÇÃO DE PLACADO PROJETO MARCAS DA mEMÓRIA EM FRENTE AO ENTÃO CAIS DA VILA ASSUNÇÃO
Diplomata sueco defensor dos Direitos Humanos é homenageado
“SEMANA DA ANISTIA” - SANÇÃO DA LEI QUE DENOMINA PRAÇA HARALD EDELSTAM
Encontro com o Governador José Ivo Sartori para apresentação do Projeto Marcas da Memória que demarca locais de tortura durante a ditadura militar
Marcas da Memória demarca local de tortura na av. Bento Gonçalves
Operação Condor condenada: História na Argentina, vergonha no Brasil
Foto de Paulo Dias é inaugurada na galeria do MJDH/RS
Brasil: direitos humanos da ONU critica aprovação de lei antiterrorismo
CASO GARIBALDI Schietti Cruz defende que Justiça brasileira cumpra decisão de corte internacional

Anterior || 1 | Página 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | ... || Próxima

A+-     A  ?
» Contatos
Movimento de Justiça e Direitos Humanos

Av. Borges de Medeiros, 340 - 94
Porto Alegre - RS

 (51) 3221-9130
 Fale Conosco









Desenvolvimento PROCEMPA