ONG Parceira do PortoWeb

Entrevista de Jair Krischke no Uruguai fala sobre desaparecimento dos Montoneros no Brasil pela repressão

Eles fornecem evidências de atividades Operação Condor no Brasil a Justiça italiana - Jair Krischke

O desaparecimento em 1980 de dois militantes do Montoneros em Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, é uma das operações sobre as quais tem informações que explicar a existência da Operação Condor, disse 10-12 Jair Krischke, presidente o Movimento para a Justiça e Direitos Humanos do Brasil.

Krischke, disse ele, vai testemunhar o julgamento na Itália investiga a existência de uma coordenação entre as forças repressivas de vários países da América do Sul durante os anos 70 e 80.

Ele lembrou que ele foi um dos organizadores da conferência sobre democracia e democratização realizado em Porto Alegre em 1983 e que foi convidado Wilson Ferreira Aldunate. Ele disse que, como para o governo democrático de Julio Maria Sanguinetti, as agências estatais uruguaias encontrados em documentos que comprovem a coordenação de uma rede de espionagem que as forças repressivas implantado naquele evento.

"No Brasil não há problema", disse Krischke em investigações de violações de direitos humanos cometidas pela ditadura militar em seu país. O relatório disse que a Comissão Nacional da Verdade entregou ao presidente Dilma Rousseff em 10 de dezembro de 2014 não tem feito progressos.


Rádio Uruguai Rnu adicionado 6 novas fotos para o álbum: Jair Krischke, presidente do Movimento de Justiça e Direitos Hu
· 11 de junho às 9:46 ·

Escute no link: http://www.comunicacion2000.com/…/10a12_160611_krischke_jai…


Jornalista Lúcia Rodrigues vem a Porto Alegre receber o Prêmio de Jornalismo e Direitos Humanos
RS torna públicos os nomes de vítimas da ditadura que pediram indenização
Guerrilha de Três Passos
PALÁCIO DA POLÍCIA RECEBE PLACA DO PROJETO MARCAS DA MEMÓRIA
Descerramento da placa que assinalará o local onde funcionou o “Departamento de Ordem Política e Social” (DOPS/RS)
50 ANOS da Guerrilha de Três Passos – Movimento Revolucionário 26 de Março. Dia 25 de março – às 19hs. Auditório do Memorial do Legislativo/RS. - Rua Duque de Caxias, 1029 – Centro – Porto Alegre.
Para ser jornalista, é necessário sempre buscar descobrir a verdade, diz estudante vencedora do Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo
Veja a entrega dos prêmios aos vencedores do 31º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo
Passado de Dilma dificulta revisão da Lei da Anistia, diz Jair Krischke
ENTREGA DO PRÊMIO AOS VENCEDORES DO 31º DIREITOS HUMANOS DE JORNALISMO
VENCEDORES 31º PRÊMIO DIREITOS HUMANOS DE JORNALISMO - 2014
Julgamento das inscrições do 31º PRÊMIO DIREITOS HUMANOS DE JORNALISMO será feito pela Comissão Julgadora na próxima quarta-feira, 03/12/2014
Encerram-se hoje, 21 de novembro, o prazo para os jornalistas participarem do 31º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo. Participem.
IV SEMINÁRIO A narrativa das testemunhas - Uma perspectiva de justiça a partir das vítimas - Conferencista: JAIR KRISCHKE
Regulamento do 31º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo- Ano 2014- Participem.
“DIA NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS” INAUGURAÇÃO DE PLACA > LOCAL ONDE FUNCIONOU O “DOPINHO”
ANOS DE CHUMBO DILEMA URGENTE DA PRESIDENTE DILMA: DEMITE O GENERAL OU EXTINGUE A COMISSÃO DA VERDADE
A HISTÓRIA DO MJDH/RS- CLIQUE AQUI E LEIA NOSSO LIVRO COMPLETO
AJUSTE DE DIREITOS - Eufemismo para negação ou retirada de direitos.

Anterior || 1 | 2 | 3 | 4 | Página 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | ... || Próxima

A+-     A  ?
» Contatos
Movimento de Justiça e Direitos Humanos

Av. Borges de Medeiros, 340 - 94
Porto Alegre - RS

 (51) 3221-9130
 Fale Conosco









Desenvolvimento PROCEMPA