ONG Parceira do PortoWeb

MARCAS DA MEMÓRIA- PLACA DESCERRADA NO DIA DOS DIREITOS HUMANOS



INAUGURAÇÃO DE PLACA > LOCAL DE TORTURAS > EX QUARTEL DA POLÍCIA DO EXÉRCITO

                           O Movimento de Justiça e Direitos Humanos e a Prefeitura Municipal de Porto Alegre, em razão do Projeto Marcas da Memória, realizou hoje, dia 10 de dezembro de 2013, às 10h, na Praça Raul Pilla, a cerimônia que inaugurou a placa que assinala o local do antigo Quartel da Polícia do Exército, com o seguinte texto:

AQUI SE LOCALIZAVA O QUARTEL DA 6ª CIA DE POLÍCIA DO EXÉRCITO QUE, NOS ANOS DE CHUMBO, FOI LOCAL DE PRISÕES ILEGAIS E TORTURAS. A CELA DENOMINADA “BOI PRETO” ERA SÍMBOLO DO TERROR IMPLANTADO. PELO PORTÃO PRINCIPAL, EM DEZEMBRO DE 1964, O ENTÃO TENENTE CARLOS LAMARCA, OFICIAL-DE-DIA, DEU FUGA AO CAP. AV. ALFREDO RIBEIRO DAUDT, UM DOS OFICIAIS QUE ADERIU AO “MOVIMENTO DOS SARGENTOS DA FAB”, QUE IMPEDIU O BOMBARDEIO DO PALÁCIO PIRATINI DURANTE A CAMPANHA DA LEGALIDADE DE 1961”.


                        No ato se fizeram presentes o Vice Prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, em representação do Prefeito José Fortunati, o presidente do Movimento de Justiça e Direitos Humanos, Jair Krischke e vários membros de seu Conselho Diretivo, Dr. Roque Reckziegel, da Comissão de Direitos Humanos da OAB/RS, João Batista de Melo Filho, presidente da Associação Riograndense de Imprensa, senhor Gerardo Iglesias, Secretário Geral da Regional Latiamericana da UITA, Cap. José Wilson da Silva, do Movimento de Ex Presos e Perseguidos Políticos/RS, dentre outras autoridades.   

 

                    O Projeto Marcas da Memória, com a função de formar a denominada cultura material de desvendamento da repressão, assinala na paisagem urbana da cidade de Porto Alegre, locais que tenham sido prisões ou centros de detenção, de tortura e de desaparecimentos ilegais, tornando público que ali ocorreram graves violações aos direitos humanos.


CONVITE : INAUGURAÇÃO DE PLACA NO LOCAL DE TORTURAS DO EX QUARTEL DA POLÍCIA DO EXÉRCITO
Vencedores do XXX PRÊMIO DIREITOS HUMANOS DE JORNALISMO/ 2013. Cerimônia de entrega dos prêmios: Dia 10 de dezembro de 2013, às 20 horas -Auditório da OAB/RS (Rua Washington Luiz, 1.110 – 2º andar)
Vencedores do XXX PRÊMIO DIREITOS HUMANOS DE JORNALISMO/ 2013. Cerimônia de entrega dos prêmios: Dia 10 de dezembro de 2013, às 20 horas -Auditório da OAB/RS (Rua Washington Luiz, 1.110 – 2º andar)
NOTA OFICIAL DO MJDH SOBRE O CAOS PRISIONAL DO RS.
Inscrição ao prêmio de jornalismo encerra sexta-feira, dia 22.
Entrevista, Jair Krischke, MJDH do RS - Maria do Rosário faz campanha eleitoral com o cadáver de Jango
Lançado o 30º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo
URGENTE: Coletiva à imprensa nesta terça-feira, 10 de setembro de 2013
DECISÃO HISTÓRIA DO STJ REAFIRMA O CARÁTER INDENIZATÓRIO DA REPARAÇÃO ECONÔMICA CONCEDIDA PELA COMISSÃO DE ANISTIA/MJ E RESTABELECE A ANISTIA DO PRESIDENTE JANGO
Porto Alegre terá praça em homenagem a herói contra a ditadura chilena
Exclusivo: Documentos revelam conexão entre Itamaraty e Operação Condor
JOÃO GOULART - Documentário questiona circunstâncias da morte
Prefeitura homenageará embaixador defensor dos direitos humanos
Gobierno compró El Guardián para espiar llamadas y correos
Justiça determina retorno de professora afastada das aulas
Moniz Bandeira denunciou espionagens dos EUA em 2005
União paga indenização referente à Guerrilha do Araguaia
Dossiê Jango traz dúvidas sobre morte de João Goulart
Dossiê Jango vence por unanimidade o Festival Latino Americano de Cinema de Florianópolis (FAM)

Anterior || ... | 4 | 5 | 6 | 7 | Página 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | ... || Próxima

A+-     A  ?
» Contatos
Movimento de Justiça e Direitos Humanos

Av. Borges de Medeiros, 340 - 94
Porto Alegre - RS

 (51) 3221-9130
 Fale Conosco









Desenvolvimento PROCEMPA