ONG Parceira do PortoWeb

O Movimento de Justiça e Direitos Humanos, tem o prazer de convidar para a exibição comentada - do filme: EL CLAVEL NEGRO*.

Em comemoração ao 64º ANIVERSÁRIO DA DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DO HOMEM

 

O Movimento de Justiça e Direitos Humanos, tem o prazer de convidar para a exibição comentada

do filme: EL CLAVEL NEGRO*.

 

filme é baseado na história real de Harald Edelstam, narrando sua ação como embaixador da

Suécia no Chile depois do golpe militar de 11 de setembro de 1973, quando resgatou inúmeros

Prisioneiros políticos (inclusive brasileiros), do Estádio Nacional, convertido em grande campo de

concentração.

 

*Clavel Negro foi o codinome do diplomata sueco Harald Edelstam (1913-1989) durante a

  resistência a ocupação nazista na Noruega.

 

CINE SANTANDER CULTURAL

 

Dia 11 de dezembro, em seção comentada às 19 horas.

 

Dr. Carlos Claret – Argentino, engenheiro, vítima de uma Operação Condor, em Passo Fundo/RS. (dia 12/09/1978,

justo dois meses antes do caso dos uruguaios Lilian e Universindo), refugiado na Suécia, onde ainda hoje reside.

 

Prof. Dr. Jorge Fernandez – Doutor em História p/UFRGS.

 

Jair Krischke – ativista dos Direitos Humanos, fundador e presidente do Movimento de Justiça e Direitos Humanos.

 

http://www.santandercultural.com.br/programacao/cinema.asp

 

 

DIREITOS DO HOMEM

 

11 dez – ter

15h00              El Clavel Negro  Ulf Hultberg, Åsa Faringer

17h00              El Clavel Negro  Ulf Hultberg, Åsa Faringer

19h00              El Clavel Negro  Ulf Hultberg, Åsa Faringer

                        Sessão Comentada

 

ESPECIAL  64º ANIVERSÁRIO DA DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DO HOMEM

 

 

EL CLAVEL NEGRO

Svarta nejlikan, Suécia-México-Dinamarca, 2007, 35 mm, cor, 95 min

 

Clavel Negro foi o apelido do diplomata sueco Harald Edelstam (1913-1989) durante a resistência da ocupação nazista na Noruega. O filme narra sua ação como embaixador da Suécia no Chile depois do golpe militar de 11 de setembro de 1973, resgatando inúmeros prisioneiros políticos do Estadio Nacional, convertido em campo de concentração.

 

D: Ulf Hultberg, Åsa Faringer. R: Bob Foss. F: Dirk Brüel. DA: Peter Grant. MU: Jacob Groth. M: Leif Axel KjeldsenE: Michael Nyqvist, Lumi Cavazos, Kate del Castillo, Lisa Werlinder, Carsten Norgaard, Cristián Campos. EX: DVD. CI: 14 anos.

 


Conheça os vencedores do XXIX PRÊMIO DIREITOS HUMANOS DE JORNALISMO - 2012.
PORTAL IG - Comissão da Verdade quer acesso a dados do Exército no Rio Grande do Sul
Fotos da entrega de documentos da Operação CONDOR- Confirma
Justiça em Foco- O ativisita de direitos humanos, Jair Krischke, entrega a Drª Rosa Maria Cardoso, integrante da Comissão Nacional da Verdade (CNV), documentos inéditos do acervo do Movimento de Justiça e Direitos Humanos, que ele preside desde 1979.
Msn Notícias - Documentos entregues à Comissão da Verdade mostram que Brasil criou e comandou Operação Condor
Correio da Bahia - Documentos entregues à CNV mostram que Brasil criou e comandou Operação Condor
Rádio Brasil Atual - Brasil foi decisivo para Operação Condor, afirma ativista de direitos humanos
Rádio CBN - Movimento de Justiça e Direitos Humanos apresenta novos documentos à Comissão da Verdade
Rádio Guaíba- Em audiência em Brasília, presidente da entidade, Jair Krischke, também revelou documentos inéditos sobre a repressão militar
Agência Brasil- Ativista de direitos humanos entrega documentos inéditos à Comissão da Verdade
Site Terra - Documentos mostram que Brasil criou e comandou Operação Condor
Sul 21 - Documentos comprovam que Brasil criou e comandou Operação Condor, diz Krischke
Operação Condor- Na Mídia.
Documentos revelam detalhes de explosão no Riocentro
Operação Condor e Riocentro - Ativista Jair Krischke fará revelações à Comissão da Verdade
Não percam: 58º Feira do Livro de Porto Alegre - DITADURA, REPRESSÃO E LUTA ARMADA: MAJOR CURIÓ X CARLOS MARIGHELLA.
Sessão Comentada – 7 nov – qua – 19h MARIGHELLA - Brasil, 2011, 35 mm, cor, 100 min- CINEMA . SANTANDER CULTURAL programação NOVEMBRO 2012 (27/10 a 11/11)
CASO EXTRADICIÓN DE MANUEL CORDERO: ANTECEDENTE ABRE LAS PUERTAS EN LA JURISPRUDENCIA INTERNA DE BRASIL.
Militar morto na Capital comandava o Doi-Codi no ano do Atentado do Riocentro

Anterior || ... | 4 | 5 | 6 | 7 | Página 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | ... || Próxima

A+-     A  ?
» Contatos
Movimento de Justiça e Direitos Humanos

Av. Borges de Medeiros, 340 - 94
Porto Alegre - RS

 (51) 3221-9130
 Fale Conosco









Desenvolvimento PROCEMPA