ONG Parceira do PortoWeb

CCDH sedia coletiva de imprensa do embaixador do Equador sobre morte de ex-presidente


http://www2.al.rs.gov.br/noticias/portals/noticias/Skins/AgenciaNoticias/tit-agnoticias.gif

 

CIDADANIA E DIREITOS HUMANOS

CCDH sedia coletiva de imprensa do embaixador do Equador sobre morte de ex-presidente 
Luiz Osellame - MTB 9500 | Agência de Notícias - 18:18-24/10/2012 - Edição: Sheyla Scardoelli - MTB 6727 - Foto: Gisele Ortolan

Horácio Sevilla Borba, Miki Breier e Jair Krischke durante coletiva na CCDH

Com apoio da Comissão de Cidadania e Direitos (CCDH) da Assembleia Legislativa, o Movimento de Justiça e Direitos Humanos promoveu na tarde desta quarta-feira (24) coletiva de imprensa com o embaixador do Equador no Brasil, Horácio Sevilla Borja, para falar sobre a suspeita de assassinato do ex-presidente Jaime Roldós Aguillera pela "Operação Condor", em 1981.

 

Acidente suspeito
O presidente do Movimento de Justiça e Direitos Humanos, Jair Krischke, declarou que a morte do presidente Jaime Roldós Aguillera em acidente aéreo estaria envolta em sérias e graves suspeitas, a principal sendo a de que o incidente que vitimou o primeiro presidente equatoriano eleito democraticamente se insere nos atos perpetrados pela denominada "Operação Condor", desenvolvida no continente americano e patrocinada pelos Estados Unidos.

 

Krischke chamou a atenção dos presentes para o vídeo apresentado durante o evento, em que o ex-agente da Agência de Inteligência Americana (CIA), John Perkins, declara que os presidentes do Equador, Jaime Roldós Aguillera, e do Panamá, Omar Torrijos, foram assassinados. "Junto com o embaixador Sevilla Borja, vamos conversar e traçar planos para avançar na investigação", adiantou.

 

Investigação e punição de culpados
O embaixador enfatizou a importância que o tema dos direitos humanos tem para o povo equatoriano. "Trata-se da preservação dos valores do ser humano, da busca da verdade, de investigar e punir aqueles que no passado abusaram, com métodos antidemocráticos, dos direitos humanos". Para Sevilla Borja, o acidente aéreo que vitimou os presidentes está mal explicado: "Com a declaração de Perkins, existem motivos fundados para que se investigue com profundidade as causas do acidente e se resgate a verdade, inclusive com a condenação dos culpados", observou. 

 

Borja relatou que o interesse do governo equatoriano é buscar a verdade sobre a Operação Condor, que teria ocorrido não somente no Sul do continente, mas também feito vítimas em seu país e na América Central. "Este é o momento de encontrar a verdade, de buscar os culpados e, sobretudo, estabelecer precauções para que estas barbaridades que vivemos em décadas passadas jamais voltem a ser produzidas em nosso continente", exortou.

 

CCDH une-se ao enfrentamento de violações de direitos humanos
O presidente da CCDH, deputado Miki Breier (PSB), destacou que o órgão técnico  trabalha com temas relativos à Comissão da Verdade e com o enfrentamento a qualquer tipo de violação dos direitos humanos. Ele lembrou que o Brasil também enfrentou um duro período de ditadura militar, semelhante aos ocorridos em diversos outros países do continente, em que não faltaram episódios dúbios como o da morte do presidente equatoriano Jaime Roldós Aguillera. "Receber aqui o embaixador do Equador e fazer com que a nossa comissão possa auxiliar neste processo de desvelamento e busca da verdade é fundamental para que nunca mais aconteçam violações, desprezo e desrespeito aos direitos humanos no Brasil e no Mercosul", afirmou o parlamentar.

 

Também participaram da reunião o cônsul honorário do Equador no Rio Grande do Sul, Fernando Quintana Diaz, além de representantes da OAB/RS e Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs). 

 

 


Homenagem, em Montevideo, a Jair Krischke, Presidente do MJDH RS
Personalidades de varios países do se reuniram hoje em Montevideo UR, para homenagear os 80 anos de idade de Jair Krischke
Presidente do Movimento de Justiça e dos Direitos Humanos recebe amanhã, 19, Prêmio no Uruguai por sua luta contra os Direitos Humanos
Abertas as inscrições para o 35º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo – 2018
Faleceu o amigo e colega Luís Milman
Famecos inicia atividades de projeto integrado do curso de Jornalismo
Acolhimento de refugiados em igrejas é alvo de críticas na Alemanha
Jair Krischke é palestrante na VII Conferência Internacional dos Direitos Humanos, na sede da OAB/RS
Morre Helio Bicudo, defensor dos Direitos Humanos
Compañer@s cuban@s:
Mecanismo Especial de Seguimiento para Nicaragua (MESENI) completa tercera semana de trabajo y constata intensificación de represión y operativos por la policía y grupos parapoliciales
Dani Rudnick, no Canadá, representando o PPG Direitos Humanos da Uniritter
Companheiro do MJDH, no Canadá, representando o PPG Direitos Humanos da Uniritter. apresentando paper sobre as prisões brasileiras
I Seminário Democracia e Direitos Humanos: 7 e 8 de junho, em Porto Alegre
Parentes dos desaparecidos continuam a reivindicar verdade e justiça
Conferência Estadual dos Direitos Humanos
Entrega de Prêmio Direitos Humanos ao Diário do Litoral
PRÊMIO DIREITOS HUMANOS DE JORNALISMO - Título: CÁRCERE FLUTUANTE – Verdade ainda submersa. Compareça
Museo inaugura exposición en honor al diplomático sueco y Embajador Harald Edelstam
30ª Medalha Chico Mendes de Resistência - 2018

Página 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | ... || Próxima

A+-     A  ?
» Contatos
Movimento de Justiça e Direitos Humanos

Av. Borges de Medeiros, 340 - 94
Porto Alegre - RS

 (51) 3221-9130
 Fale Conosco









Desenvolvimento PROCEMPA