ONG Parceira do PortoWeb

XXVIII Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo: Profissionais e acadêmicos recebem distinções

Na cerimônia desta sexta-feira (09), os vencedores foram agraciados pelos trabalhos realizados na temática deste ano: "Memória X Cultura da Impunidade".

A OAB/RS, juntamente com o Movimento de Justiça e Direitos Humanos, entregou, na noite desta sexta-feira (09), o XXVIII Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo. A premiação, que visa estimular o trabalho dos profissionais do Jornalismo na denúncia de violações e na vigilância ao respeito aos Direitos Humanos, conta com o apoio da Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos (ARFOC/RS e Brasil) e da Secretaria Regional Latinoamericana de la Unión Internacional de Trabajadores de la Alimentación y la Agricultura (REL-UITA), de Montevidéu, Uruguai.

Na cerimônia, realizada no Auditório Guilherme Shultz Filho, na sede da Ordem gaúcha, foram premiados trabalhos jornalísticos nas seguintes categorias: Acadêmico; Charge; Online; Rádio; Crônica, Fotografia; Televisão; Reportagem e Categoria Especial.

Nesta edição, com um total de 249 inscrições de todo o Brasil, o Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo teve como tema principal "Memória X Cultura da Impunidade".

Designado pelo presidente da OAB/RS, Claudio Lamachia, o coordenador-geral da Comissão de Direitos Humanos, conselheiro seccional Ricardo Breier, conduziu o evento, juntamente com o representante do MJDH, Jair Krischke. Participaram ainda o presidente da ARFOC Brasil, Paulo Dias; o presidente da ARFOC/RS, Itamar Aguiar; e a representante do UITA, Geni Dalla Rosa; e o membro da CDH, Roque Reckzieguel.

Em sua fala, Breier ressaltou que é uma luta diária identificar todos os segmentos dos direitos humanos que vêm sendo violados. "Precisamos divulgar a importância dos direitos humanos, debater e informar. Esta noite é de reconhecimento ao belíssimo trabalho de profissionais da comunicação, que em imagens e textos, divulgaram questões ligadas aos direitos humanos", afirmou.

Durante o evento, houve uma homenagem ao jornal "O Estado de S. Paulo", com desagravo público, pois o periódico está sob censura desde 29 de janeiro de 2010.
 


A+-     A  ?
» Contatos
Movimento de Justiça e Direitos Humanos

Av. Borges de Medeiros, 340 - 94
Porto Alegre - RS

 (51) 3221-9130
 Fale Conosco









Desenvolvimento PROCEMPA