ONG Parceira do PortoWeb

Projeto Marcas da Memória instala a quinta placa em Porto Alegre

Projeto Marcas da Memória instala a quinta placa em Porto Alegre


A quinta placa do projeto Marcas da Memória foi afixada na manhã desta segunda-feira, 5, no local onde foram detidos mais de 300 presos políticos durante o período da ditadura. Pelo antigo Serviço Social de Menores (Sesme), onde hoje funciona a Fundação de Atendimento Sócio-Educativo (Fase), na avenida Padre Cacique, passaram, entre outros, dirigentes sindicais, deputados e o então prefeito Sereno Chaise, em abril de 1964. O projeto Marcas da Memória é uma parceria do Movimento de Justiça e Direitos Humanos (MJDH) e da Prefeitura de Porto Alegre.
 
Instalada na calçada externa, a placa que faz alusão à adaptação do prédio para prisão de pessoas transferidas após interrogatórios no Departamento da Ordem Política e Social (Dops) é uma forma de lembrar a população sobre os malefícios de um regime de exceção. Para o prefeito José Fortunati, a ditadura é desconhecida por muitos, uma vez que 70% da população brasileira não era nascida na época. “Há também quem tente omitir as mazelas pelas quais passou a população. É importante esse resgate, sobretudo em uma época de crise, em que se faz ainda mais necessário o fortalecimento das instituições”, disse. Segundo o prefeito, para manter o Estado Democrático de Direito, é fundamental a reflexão sobre a importância do fortalecimento das instituições, da liberdade de imprensa e da liberdade de expressão. 
 
De acordo com o presidente do MJDH, Jair Krischke, as pessoas que foram presas no local foram punidas porque lutavam pela manutenção da democracia. “Foi uma ditadura feroz, que mantinha calado quem se contrapunha a ela”, observou. Já o secretário municipal dos Direitos Humanos, Luciano Marcantônio, destacou o déficit cultural e educacional que se instalou no país após a ditadura. O ato de inauguração da placa teve a presença de presos políticos detidos ali e em outros locais da cidade, além de funcionários da Fase. A próxima placa será colocada no antigo 18º Regimento de Infantaria (18 RI), onde hoje é a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, com previsão para o dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos.  
 
Marcas da Memória - O projeto Marcas da Memória se propõe a formar a denominada cultura material de desvendamento da repressão, assinalando na paisagem urbana da cidade de Porto Alegre locais que tenham servido como prisões ou centros de detenção, de tortura e de desaparecimentos de pessoas, tornando público que ali aconteceram graves violações aos direitos humanos. Já foram identificados os antigos Dops (Palácio da Polícia), Dopinha, Escola Paulo Gama e Praça Raul Pilla . 

Texto de: Caren Mello
Edição de: Isabel Cristina Kolling Lermen


I Seminário Democracia e Direitos Humanos: 7 e 8 de junho, em Porto Alegre
Parentes dos desaparecidos continuam a reivindicar verdade e justiça
Conferência Estadual dos Direitos Humanos
Entrega de Prêmio Direitos Humanos ao Diário do Litoral
PRÊMIO DIREITOS HUMANOS DE JORNALISMO - Título: CÁRCERE FLUTUANTE – Verdade ainda submersa. Compareça
Museo inaugura exposición en honor al diplomático sueco y Embajador Harald Edelstam
30ª Medalha Chico Mendes de Resistência - 2018
RECURSO Plan Cóndor: Segunda Etapa del Juicio Comienza el 12 de Abril
Os Direitos das Mulheres
Falecimento do Jornalista Marçal
Grupo de Trabalho Perus identifica restos mortais de militante político
NOTA DE PESAR - Morreu Eva Sopher
Um ano após as ameaças do Comando Barneix o silêncio ensurdecedor do governo uruguaio
Ameaça aos Direitos Humanos
Entrevista - Jair Krischke - A Operação Condor foi inventada no Brasil
OAB lotou para entrega do Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo.
-Vejam os vencedores do 34º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo que receberão suas premiações às 20 horas no auditório da OAB/RS - Rua Washington Luiz, 1.110 – 2º andar - Porto Alegre/RS. -
HOJE, 10 DE DEZEMBRO, É COMEMORADO O DIA INTERNACIONAL D OS DIREITOS HUMANOS
CERIMÔNIA DE ENTREGA DOS PRÊMIOS - Vejam os vencedores do 34º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo - Dia 11 de dezembro de 2017, às 20 horas - Auditório da OAB/RS - Rua Washington Luiz, 1.110 – 2º andar - Porto Alegre/RS
Justiça da Itália ouve presidente de ONG de direitos humanos em processo contra ex-agentes da ditadura

Página 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | ... || Próxima

A+-     A  ?
» Contatos
Movimento de Justiça e Direitos Humanos

Av. Borges de Medeiros, 340 - 94
Porto Alegre - RS

 (51) 3221-9130
 Fale Conosco









Desenvolvimento PROCEMPA